Novidades

Política de Privacidade

Os meios oferecidos pela Resguarda, isto é, a linha gratuita 0800-999-4636 na Argentina (ver em Formas de Comunicar a linha correspondente a seu país), o site da Internet identificado sob o domínio:
www.resguarda.com, o endereço de e-mail: [email protected] (países de hispanofalantes) e [email protected], as entrevistas pessoais, ou as cartas a 25 de Mayo, 555, 17° andar, CABA (C1002ABK) Argentina, constituem canais de comunicação destinados a facilitar a recepção, processo, envio de relatório, intercâmbio e/ou respostas de situações irregulares que ocorrem nas empresas clientes de Resguarda.

A seguir, detalhamos as diretrizes da Política de Privacidade que rege para estes meios.

O ingresso de dados pessoais do usuário através dos meios indicados e a aceitação expressa desta Política de Privacidade constituem um requisito necessário para facilitar o contato do usuário por parte dos clientes da Resguarda, a fim de que os próprios clientes iniciem una investigação e deem sua resposta correspondente a seu comunicado ou denúncia através dos meios indicados da Resguarda.

O usuário que decide fornecer seus dados pessoais manifesta conhecer e aceitar o seguinte:

(i) Os destinatários dos dados pessoais são exclusivamente os clientes da Resguarda, que poderão utilizar os mesmos a fim de realizar as investigações e comunicados pertinentes, elaborar estatísticas gerais, sem identificar o usuário, realizar-lhe consultas ou se comunicar com ele, tudo isso sem prejuízo da faculdade da Resguarda de conservar os dados pessoais do usuário exclusivamente aos fins estatísticos. A Resguarda não será responsável pelo curso que os clientes da Resguarda lhe derem à denúncia formulada pelo usuário nem às consequências que tal proceder puder ter para o usuário, para a pessoa objeto de sua denúncia ou para qualquer terceiro interessado.

Em tal sentido, o denunciante manifesta que não existe relação jurídica alguma que o vincule com a Resguarda, atento que a Resguarda se limita a colocar à disposição do cliente da Resguarda a denúncia, informação, documentação e/ou dados pessoais que o usuário informar e/ou fornecer através de algum dos meios oferecidos pela Resguarda.

(ii) A Resguarda inscreveu no Registro Nacional de Bases de Dados suas Bases de Dados existentes, e inscrevera aquelas que surgirem no futuro, e é parte da presente Política de Privacidade tratar os dados pessoais conforme as disposições vigentes na República Argentina sobre Proteção dos Dados Pessoais.

(iii) Os dados pessoais serão incorporados à base de dados da Resguarda, sendo sua responsável a Resguarda, com domicílio na Rua 25 de Mayo, 555, 17° andar (C1002ABK) da Cidade de Buenos Aires, Argentina.

(iv) O usuário garante e responde em qualquer caso pela veracidade, exatidão, vigência, autenticidade e certeza dos dados pessoais que ingressa aos meios oferecidos pela Resguarda (ver primeiro parágrafo), sendo que assume a correspondente responsabilidade em caso de que os mesmos sejam inexatos. A Resguarda não assume nenhuma responsabilidade em caso de inexatidão qualquer dos dados ingressados pelo usuário nos meios oferecidos pela empresa.
(v) A obtenção de dados pessoais dos usuários através dos meios oferecidos pela Resguarda tem por objeto exclusivo fazer-lhes chegar a estes informação emitida pelo cliente correspondente, a qual nem sempre é própria. A Resguarda não se responsabiliza pela informação proveniente de terceiros.

(vi) O usuário aceita e presta seu consentimento livre, expresso e informado para que tais dados sejam utilizados com as finalidades acima mencionadas, e autoriza que os mesmos sejam tratados, armazenados, recopilados ou cedidos. A cessão dos dados pessoais dos usuários será exclusivamente realizada aos clientes da Resguarda e terá exclusivamente o objetivo de que os próprios clientes iniciem uma investigação, solicitem ampliação da denúncia ao usuário e/ou lhe façam as perguntas ou esclarecimentos que considerarem pertinentes, e lhe deem a resposta correspondente ao comunicado ou denúncia através dos meios indicados pela Resguarda.

(vii) Quanto à cessão dos dados pessoais, a Resguarda se compromete a incluir em seus acordos com os cessionários dos dados pessoais, isto é, seus clientes, a obrigação de respeitar as disposições das normas de proteção de dados pessoais vigentes na Argentina, na presente Política de Privacidade, assim como toda aquela que a Resguarda cumprir em matéria de proteção da privacidade, segurança e confidencialidade da informação. 

(viii) O usuário que ingressar seus dados pessoais poderá, em qualquer momento e em exercício dos direitos que lhe confere a Lei de Proteção de Dados Pessoais Nº 25.326, solicitar: (i) que lhe seja informado o conteúdo dos mesmos e;

(ii) as retificações ou supressões que entender convenientes. Para tal fim, deverá se dirigir à Resguarda, com domicílio na Rua 25 de Mayo, 555, 17° andar, (C1002ABK) da Cidade de Buenos Aires, Argentina.

(ix) A Resguarda adotou medidas de segurança para proteger e assegurar a transmissão, fornecimento e armazenamento dos dados pessoais providos pelos usuários, de acordo com a natureza dos mesmos, a fim de evitar adulterações ou tratamentos não autorizados.

(x) A Resguarda se reserva o direito de modificar e/ou revisar os termos e condições desta Política de Privacidade em qualquer momento, notificando os usuários de tais modificações através da presente página.
(xi) O fato de que o usuário proporcione os dados que lhe sejam requeridos implica aceitação expressa dos
termos expostos nesta Política de Privacidade.
(xii) Sem prejuízo do disposto no parágrafo precedente, o usuário aceita e presta seu consentimento livre,
expresso e informado com os termos da presente Política de Privacidade, especialmente em tudo aquilo
referente à cessão dos dados pessoais.
"O titular dos dados pessoais tem a faculdade de exercer o direito de acesso as mesmos de forma gratuita
em intervalos não inferiores a seis meses, salvo que se prove um interesse legítimo ao efeito conforme o
estabelecido no artigo 14, inciso 3 da Lei Nº 25.326."
"A DIREÇÃO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS, Órgão de Controle da Lei Nº 25.326, teme a
atribuição de atender as denúncias e reclamações que se interpuserem com relação ao descumprimento das
normas sobre proteção de dados pessoais."